Módulo 5: Economia

Módulo 5: Economia

Boas-vindas ao curso Mutirão pelo Brasil que queremos: o Bem Viver dos povos, uma proposta da 6ª Semana Social Brasileira (6ªSSB). O curso está organizando em seis módulos,  este é o Módulo 5: Economia, nele, os temas desenvolvidos serão: Aula 1 – A economia nossa de cada dia Aula 2 – Dívida pública: quem paga somos nós Aula &hellip; <a href="https://ssb.org.br/formacao/modulo-5-soberania/">Continued</a>

Boas-vindas ao curso Mutirão pelo Brasil que queremos: o Bem Viver dos povos, uma proposta da 6ª Semana Social Brasileira (6ªSSB). O curso está organizando em seis módulos,  este é o Módulo 5: Economia, nele, os temas desenvolvidos serão:

Aula 1 – A economia nossa de cada dia

Aula 2 – Dívida pública: quem paga somos nós

Aula 3 – Com Francisco e Clara: Realmar a economia

Aula 4 – Um caminho: a Economia Popular Solidária

 

Cada módulo possui quatro aulas de aproximadamente 50 minutos. Ao concluir o módulo, você realiza uma atividade e aguarda a validação da tutoria. O retorno será em até sete dias úteis. O curso oferece duas modalidades de certificação. Para obter a certificação você tem a possibilidade de escolher por módulo ou o curso integral.

Opção Módulo – Ao escolher por módulo, você paga uma taxa colaborativa no valor de R$ 20,00 reais (vinte reais), e em seguida imprime o certificado.

Opção Curso completo: Nesta segunda opção você realiza o curso completo, responde todas as atividades, envia para a tutoria e solicita o certificado de Extensão Universitária. A certificação será pela Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE),  uma instituição de ensino superior religiosa, com sede na cidade Belo Horizonte, em Minas Gerais. O valor total da certificação é de R$ 100,00 reais (cem reais). A disponibilização do certificado é de  30 dias úteis. O mesmo será enviado no endereço do e-mail que você informou no ato da sua inscrição. Só é possível solicitar o certificado de extensão ao cumprir a carga horária dos seis módulos, ou seja respondendo as questões colocadas no fim de cada módulo.

Aula 1 | A economia nossa de cada dia

Aula 1 | A economia nossa de cada dia

Objetivos: 

Economia nossa de cada dia é uma introdução ao que está em jogo na economia.  Quem comanda a política é o poder econômico, por isso é tão importante entender o que a economia tem a ver com o nosso dia a dia, tanto como atividade, quanto ciência social. Nesta aula, faremos um percurso histórico do nascimento desta ciência, das origens do neoliberalismo até chegar aos dias atuais.

Professora:

Sandra Quintela, economista, alagoana residente no Rio de Janeiro. Internacionalista e militante por uma economia desde os povos e territórios, membro da Rede Jubileu Sul Brasil.

Carga horária: 1

A economia nossa de cada dia

Aula 2 | Dívida pública: quem paga somos nós

Aula 2 | Dívida pública: quem paga somos nós

Objetivos: 

O Brasil é um dos países mais ricos do planeta, com imensas riquezas sob todos os aspectos, inclusive mantendo mais de R$ 4 trilhões de reais em caixa há vários anos. No entanto, apesar de toda abundância que existe aqui, a maior parte da população vive na miséria e a escassez está presente em todas as áreas de interesse da população. É urgente difundir o conhecimento sobre os 4 eixos principais que sustentam esse modelo econômico errado que atua no Brasil – o Sistema da Dívida; a Política Monetária suicida praticada pelo Banco Central; o Modelo Tributário regressivo; e o modelo extrativista irresponsável para com as pessoas e o ambiente: mineração e agronegócio.

Professora:

Maria Lúcia Fattorelli, é  Coordenadora Nacional da Auditoria Cidadã da Dívida desde 2001. Membro da Comissão da Verdade instituída pelo Parlamento Helênico para auditar a dívida pública grega (2015). Membro da Comissão de Auditoria Integral da Dívida Externa Equatoriana – CAIC – Subcomissão de Dívida Externa com Bancos Privados Internacionais (2007-2008). Atuou como Assessora Técnica da Comissão Parlamentar de Inquérito CPI da Dívida Pública na Câmara dos Deputados Federais em Brasília (2009-2010). Auditora Fiscal da Receita Federal do Brasil de 1982 a 2010. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Auditoria da Dívida Pública e Administração Tributária. Possui Especialização (MBA) em Administração Tributária pela FGV-EAESP. Graduação em Ciências Contábeis pela Fundação Educacional Machado Sobrinho e Graduação em Administração pela Universidade Federal de Minas Gerais.

Carga horária: 1

Dívida pública: quem paga somos nós

Aula 3 | Com Francisco e Clara: Realmar a economia

Aula 3 | Com Francisco e Clara: Realmar a economia

Objetivos: 

Esta aula é um convite a pôr em prática uma economia diferente, que faz viver, que não mata, que inclui e não exclui, humaniza e não desumaniza, que cuida da criação e não a devasta. Discutiremos sobre: 

  1. Eixo Territorial
  2. Eixo Educação
  3. Eixo Movimentos sociais
  4. Eixo Movimentos: economia de Francisco e Clara e os Movimentos Populares
  5. Eixo Território

Professor:

Eduardo Brasileiro, sociólogo, mestrando em Ciências Sociais pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências sociais da PUC Minas. Na mesma universidade é integrante do Núcleo de Estudos Sociopolíticos Nesp/PUC Minas na Escola de Formação Política de Cristãos Humanistas e no Grupo de Reflexão e Trabalho para a Economia de Francisco e Clara. É articulador nacional da Articulação Brasileira pela Economia de Francisco e Clara (ABEFC), e participa da Coordenação Executiva da 6ª Semana Social Brasileira da CNBB. Consultor do Instituto Cultiva para o projeto Comunidades Educadoras para a União Marista do Brasil em Teresina/Piauí.

Carga horária: 1

Com Francisco e Clara: Realmar a economia

Aula 4 Um caminho: a Economia Popular Solidária

Aula 4 Um caminho: a Economia Popular Solidária

Objetivos:  

A Economia Solidária é parte da nova onda de mobilização social alternativa fomentar o desenvolvimento sustentável e a democratização da economia, exige processos redistributivos não somente da riqueza sob forma de renda, mas fundamentalmente da riqueza enquanto patrimônio, pressupõe acesso das pessoas aos meios de produção e distribuição e a apropriação coletiva dos resultados dos processos econômicos. O Empreendedorismo que é disseminado pela cultura neoliberal, não é EcoSol, o empreendedorismo tanto se refere à atividade empresarial por conta própria, quanto à capacidade do trabalhador assalariado de inovação. 

Professor:

Robson Digrisolo, sociólogo, professor de história aposentado. Foi assessor da Secretaria do Trabalho na Prefeitura de Guarulhos de 2001 a 2016 – Coordenador do Núcleo de Geração de Renda com Políticas Públicas de Economia Solidária; Suplente da Cáritas Brasileira na  Executiva do Fórum Brasileiro de Economia Solidária; Coordenação da Rede de Gestores de Políticas Públicas de Economia Solidária (até 2016); Rede de Educadores em Economia Solidária criado dentro do CFES-Sudeste; Coordenação da Macro Sudeste do Fórum Brasileiro de EcoSol: Coordenação do Fórum Paulista de EcoSol; Comissão Estadual do CADSOL (até 2016); Grupo Perspectivas da EcoSol. Coordenação da Escola Fé e Política da Diocese de Guarulhos; acompanha Pastoral Operária; Fórum das Pastorais Sociais da Diocese.  Como cidadão: filiado ao PT; faz parte do movimento que luta pela despoluição dos Rios Tietê e Pinheiros na região do Alto Tietê; combate à vinda do Lixão para bairro do Cabuçu em Guarulhos; e participa do movimento pela Saúde da cidade de Guarulhos.

Carga horária: 1

Um caminho: a Economia Popular Solidária

ssbcursos@cnbb.org.br
Fale conosco